Evo Morales desembarca no México, onde recebe asilo político - E Dia

Evo Morales desembarca no México, onde recebe asilo político

Morales renunciou ao cargo de presidente da Bolívia no domingo (10), depois de ser pressionado pelas Forças Armadas de seu país
O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, desembarcou no México na tarde desta terça-feira (12) pouco depois das 11h do horário local (14h do horário de Brasília).

Por "razões humanitárias", o governo mexicano concedeu asilo político a Morales, que renunciou ao cargo de presidente no domingo (10) depois de ser pressionado pelas Forças Armadas da Bolívia. O México entendeu que o agora ex-presidente corria risco de morte.

No dia em que Morales renunciou, havia sido divulgado um relatório da OEA (Organização dos Estados Americanos) apontando irregularidades no processo eleitoral boliviano que garantiu ao ex-dirigente indígena seu quarto mandato consecutivo.

Agradecimento e 'a luta continua'

Ao pisar em solo mexicano, Evo Morales foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores do país, Marcelo Ebrard.

Em seguida, fez um pronunciamento à imprensa em que agradeceu as autoridades do México por "salvarem sua vida" e disse que "a luta continua". Ele reafirmou as alegações de um golpe na Bolívia e disse que seguirá na política enquanto estiver vivo.

"Se há algum crime, esse crime é de que Evo é indígena. (...) Estou convencido de que só haverá paz quando a justiça social for garantida. Eu não vou mudar ideologicamente por causa deste golpe e não vou, por causa deste golpe,parar de trabalhar para os setores mais humildes", declarou.