Deputado que gravou Delegado Waldir chamando Bolsonaro de ‘vagabundo’ chama atenção para ‘provável conspiração’ - E Dia

Deputado que gravou Delegado Waldir chamando Bolsonaro de ‘vagabundo’ chama atenção para ‘provável conspiração’

O Portal Conexão Política divulgou no início da tarde desta quinta-feira (17) um áudio vazado da reunião de deputados do PSL que aconteceu ontem à noite (16).

Plínio Xavier | Câmara dos Deputados

Na conversa, o líder do partido, Delegado Waldir, afirma que pretende “implodir” o presidente Jair Bolsonaro.

Waldir, que é ligado ao presidente do partido, Luciano Bivar, afirmou que divulgaria um áudio comprometedor sobre o presidente da República (escute aqui).

O áudio da reunião de ontem, em que Waldir realiza as declarações acima citadas, foi gravado pelo deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

Em entrevista ao O Antagonista, o parlamentar afirmou que agiu como infiltrado na reunião com a intenção de blindar Jair Bolsonaro do que ele classificou como “provável conspiração”.

Isso estava em conluio, na verdade. Tivemos que trabalhar como infiltrados ali para poder conseguir acessar as informações, senão não tinha como. Era uma cúpula fechada tramando contra a República. Isso aí por fundo partidário, dinheiro e poder. Não serve, o Brasil não espera mais isso”, afirmou.

Daniel Silveira também contou que enviou o áudio para o presidente da República.

Ele foi o primeiro a ouvir”, disse.

Perguntado sobre a forma que Bolsonaro reagiu, Silveira respondeu:

Com um pouco de surpresa, porque tinham muitas informações ali, informações que, ao meu ver, são um pouco estarrecedoras, porque trariam um prejuízo, de fato, para o Brasil.

E completou:

Eu estou eleito na base do Bolsonaro e, custe o que custar, a gente vai defender o presidente.

Copyright © Conexão Política. Todos os direitos reservados.