Bolsonaro chega a Arábia Saudita e janta com príncipe polêmico - E Dia

Bolsonaro chega a Arábia Saudita e janta com príncipe polêmico

Mohammed bin Salman ganhou notoriedade ao assumir responsabilidade por morte de jornalista; na viagem, Bolsonaro tenta atrair investimentos


O presidente Jair Bolsonaro chegou à Arábia Saudita na tarde desta segunda-feira (28) e foi recebido em um jantar pelo príncipe herdeiro do país, Mohammed bin Salman, às 21h no horário local. A viagem é a última etapa do percurso de 13 dias do presidente brasileiro, que antes esteve no Japão, China, Emirados Árabes e Catar.

Na Arábia Saudita, Bolsonaro deve buscar investimentos dos bilionários fundos sauditas e apresentar o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), que tem 18 projetos de concessões e privatizações estimados em R$ 1,2 bilhão. A venda de aeronaves militares também deve estar na pauta.

A viagem a Riade, capital da Arábia Saudita, é ainda uma oportunidade para o presidente fortalecer a relação com o país, um dos principais compradores da carne de frango produzida no Brasil. E de reduzir a desconfiança deixada no início do ano, quando Bolsonaro defendeu a ideia de mudar a embaixada brasileira em Israel para Jerusalém, o que gerou críticas por parte dos países árabes.

Encontro

O encontro com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita é tido como um dos pontos sensíveis da viagem, já que Mohammed bin Salman admitiu recentemente responsabilidade na morte de um jornalista saudita em uma embaixada na Turquia.

Apesar de ser um príncipe, Mohammed bin Salman já é na prática o responsável pelo governo da Arábia Saudita.

Além do jantar desta segunda, Bolsonaro se encontra com o príncipe na tarde de terça-feira (29) e participa novamente de um jantar oferecido pelo príncipe a participantes do Fórum “Iniciativa de Investimento Futuro”.