Juiz da Lava Jato manda bloquear R$ 78 milhões em bens de Lula

Paulo Whitaker/Reuters - 16.03.2018

O confisco está relacionado à acusação de que o ex-presidente recebeu R$ 12,4 milhões da Odebrecht por meio de imóveis

O juiz Luiz Antonio Bonat, responsável pelos processos em primeira instância da Lava Jato em Curitiba, determinou o bloqueio de até R$ 77,9 milhões em bens do ex-presidente Lula.

O arresto está relacionado à ação penal em que Lula é acusado de, supostamente, ter recebido R$ 12,4 milhões da Odebrecht por meio de imóveis.

Veja também: Supremo mantém Lula preso e adia julgamento de suspeição de Moro

Segundo o site da revista Veja, o juiz, substituto de Sérgio Moro, agora ministro da Justiça, atendeu um pedido do Ministério Público Federal. O valor, no entanto, não se refere a um levantamento dos bens do ex-presidente, mas nos R$ 75,4 milhões que a Odebrecht supostamente teria pago ao PT em quatro contratos da Petrobras.

O juiz reduziu de R$ 13 milhões para R$ 3 milhões o valor da multa estimada pelos procuradores e descontou R$ 504 mil já bloqueados pela Justiça.