Atividade fabril da China recua mais rápido do que o esperado em junho - E Dia

Atividade fabril da China recua mais rápido do que o esperado em junho

Imagem/Folhapress

PEQUIM (Reuters) - A atividade fabril da China encolheu mais que o esperado em junho, mostrou uma pesquisa oficial no domingo, destacando a necessidade de mais estímulo econômico à medida que os Estados Unidos aumentam a pressão sobre o comércio.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI) oficial ficou em 49,4 em junho, inalterado em relação a maio, mostrou a pesquisa do departamento de estatísticas. A marca de 50 pontos separa a expansão da contração em uma base mensal.

Analistas consultados pela Reuters previam que o PMI permaneceria em território de contração, subindo apenas marginalmente para 49,5 e apontando para pressão persistente de queda na economia.

None

SERVIÇOS

O crescimento da atividade do setor de serviços na China se manteve firme em junho, mostrou a mesma pesquisa oficial, apesar da crescente pressão sobre a economia como um todo em relação às medidas mais duras de comércio dos EUA.

O PMI não-manufatureiro oficial caiu para 54,2 de 54,3 em maio, mas ficou bem acima da marca de 50 pontos que separa o crescimento da contração.

Os serviços respondem por mais da metade da economia da China, e o aumento dos salários aumentou o poder de compra dos consumidores chineses. Mas o setor se suavizou no ano passado, juntamente com uma desaceleração da economia.

O PMI composto oficial de junho, que cobre tanto a atividade manufatureira quanto a de serviços, caiu para 53,0 em relação aos 53,3 de maio.

(Reportagem da Mesa de Monitoramento de Pequim)

Copyright © Thomson Reuters.