Cúpula entre Putin e Kim acontece na quinta-feira em Vladivostok - E Dia

Cúpula entre Putin e Kim acontece na quinta-feira em Vladivostok


Kim deve fazer turismo cultural em Vladivostok assim que acabar a reunião com Putin, e por isso deve deixar a cidade na sexta-feira (26)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, se reunirão nesta quinta-feira (25) em Vladivostok, no extremo leste do território russo, informou o Kremlin nesta terça-feira (23) após vários dias de especulações sobre a data e o local do primeiro encontro entre os dois.


Evento será focado na discussão nuclear na Coreia do Norte Jorge Silva/Pool/Maxim Shipenkov/Pool/File Photo/Reuters

Um dos assessores de Putin, o diplomata Yuri Ushakov afirmou em comunicado que esta será a primeira visita de Kim a outro país desde que foi reeleito como líder norte-coreano pelo Parlamento, no último dia 11, e que a agenda do encontro terá como foco a discussão sobre "o problema nuclear na península coreana".

A cúpula começará com uma reunião bilateral entre os líderes e prosseguirá com um encontro com delegações dos dois países e uma recepção oficial.

O porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, confirmou nesta semana a realização da reunião entre Putin e Kim "na segunda quinzena de abril", sem revelar o local e a data.

Já segundo Ushakov, a demora em fazer as confirmações se deve a "um acordo com a parte norte-coreana" para não compartilhar informações sobre a visita de Kim à Rússia.

Hoje as bandeiras dos dois países foram hasteadas na sede da universidade que, segundo a imprensa russa, receberá o encontro na quinta-feira.

O líder norte-coreano deve chegar a Valdivostok amanhã, segundo a agência estatal russa de notícias "RIA Novosti".

Ainda de acordo com a agência, Kim chegará em um trem blindado primeiro à estação de Khasan, na fronteira entre Rússia e Coreia do Norte, e seguirá de lá para Ussuriysk. De lá, percorrerá 112 quilômetros até Vladivostok.

Nos últimos dias, foram realizadas obras viárias perto da estação ferroviária de Vladivostok para permitir a passagem da limusine de Kim, segundo portais de notícias russos.

O jornal "Kommersant" informou que Kim deve fazer turismo cultural em Vladivostok assim que acabar a reunião com Putin, e por isso deve deixar a cidade na sexta-feira (26), e não no mesmo dia da cúpula.

Entre os lugares que podem ser visitados pelo líder norte-coreano está o quarto de hotel onde o pai dele e antecessor no posto, Kim Jong-il, se hospedou em uma visita em 2002.