Após matar dono, ave mais mortal do mundo vai a leilão na Flórida

No próximo dia 27 de abril será leiloado o pássaro considerado o mais perigoso do planeta – o casuar – e que há pouco tempo matou o dono.

A Casa de Leilão da Costa do Golfo informou que, além do pássaro em questão, cem espécies exóticas serão vendidas em conformidade com a última vontade do dono.


flickr.com / Toshihiro Gamo

O caso aconteceu no dia 12 de abril perto de Gainesville, no estado norte-americano da Flórida. O dono, Marvin Hajos, de 75 anos de idade, foi atacado pela ave em sua fazenda enquanto alimentava os animais.

Os organizadores do leilão anunciaram que na oferta estão inclusas araras, kookaburras, lêmures, saguis, periquitos, tartarugas e outras espécies únicas, e que o valor arrecadado irá para a viúva de Hajos e para outros membros da família.
Os casuares são muito parecidos com emas, podendo medir 1,8 metro de altura e pesar até 60 quilos. Apesar de não voarem, podem alcançar até 50 km/h correndo.


As aves dessa espécie, cujas garras medem até 10 centímetros de comprimento, são nativas da Austrália e Papua-Nova Guiné e entraram para o Livro Guinness como as mais perigosas do mundo.