Onça ataca mulher que tentava fazer selfie em zoológico nos EUA - E Dia

Onça ataca mulher que tentava fazer selfie em zoológico nos EUA


Funcionários do zoológico alertam que os guarda-corpos nos zoológicos existem "por um bom motivo"

Uma mulher que pulou um guarda-corpo para tirar uma selfie num zoológico no estado do Arizona, nos Estados Unidos, foi atacada por uma onça, no último sábado.


    O zoológico confirmou que o animal não será punido Getty Images

Ela se feriu, mas está fora de perigo.

Quando pulou a barreira e se aproximou da jaula para tirar uma selfie com o animal, ele esticou a pata e a arranhou.

O diretor do Wildlife World Zoo, Mickey Ollson, disse que "não há como evitar que as pessoas atravessem as barreiras". "Os guarda-corpos existem por um bom motivo."

Ollson contou que o mesmo animal já havia atacado outra pessoa, que também pulou o guarda-corpo, mas que daquela vez os ferimentos foram menos graves.

Ele disse que o ocorrido foi resultado de "erro humano", e que o bicho não será sacrificado.

Um vídeo do incidente foi gravado:

Adam Wilkerson, testemunha que o filmou, disse ao canal Fox News que ouviu alguém gritar "socorro" e saiu correndo.

"A onça tinha posto as patas por entre as grades da jaula e agarrado a moça", disse ele. "Aí minha mãe teve uma ideia para distrair a onça. Ela jogou uma garrafa de água dentro da jaula. Foi então que a onça soltou a moça, mas suas garras ficaram presas no suéter dela. Eu peguei ela pelo tronco e fui puxando, até que a roupa se soltasse. Aí a onça foi embora, atrás da garrafa de água."

O zoológico publicou um tuíte dizendo que estava orando pela mulher.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados.