Mais 2 mil pessoas abandonam reduto do Daesh na Síria - E Dia

Mais 2 mil pessoas abandonam reduto do Daesh na Síria


De acordo com a última apuração, 16.550 pessoas, entre elas 1.970 combatentes do Daesh, abandonaram Baguz nos últimos 18 dias

Cerca de duas mil pessoas, entre combatentes do grupo jihadista Daesh e civis, abandonaram nesta terça-feira (5) a cidade de Baguz, o último reduto dos extremistas no leste da Síria, e se entregaram às Forças da Síria Democrática (FSD), lideradas por curdos.

Um comandante das FSD, Diyuar Idlib, disse à Agência Efe que aproximadamente dois mil combatentes e seus parentes se entregaram hoje, a maioria deles iraquianos, assim como alguns jihadistas que estão feridos.

Idlib acrescentou que as operações militares na frente sulista de Baguz estão paralisadas porque é nesta direção que seguem os civis e os combatentes que decidem se render para deixar o local.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que 2.200 pessoas foram embora de Baguz nesta terça-feira, entre elas 260 integrantes do daesh. A expectativa é que as centenas de pessoas que permanecem na região saiam em breve.


    Alguns jihadistas estão feridos Reprodução/ Reuters

Segundo a ONG, depois da saída desse novo grupo de pessoas foram retomados os combates entre as FSD e os extremistas, que trocaram fogo de forma intensa.

De acordo com a última apuração, 16.550 pessoas, entre elas 1.970 combatentes do Daesh, abandonaram Baguz nos últimos 18 dias, desde que as FSD abriram a porta para a saída dessas pessoas antes de lançar a ofensiva final sobre a cidade.

A ofensiva começou na sexta-feira, mas o fluxo de pessoas não cessou e a pressão militar forçou centenas de jihadistas a se renderem, enquanto permanecem aqueles que estão dispostos a lutar até o final.