Bolsonaro não criticou Carnaval com vídeo obsceno, diz Planalto - E Dia

Bolsonaro não criticou Carnaval com vídeo obsceno, diz Planalto


Presidente divulgou em uma rede social vídeo impróprio com conteúdo pornográfico

O Palácio do Planalto afirmou em nota na noite desta quarta-feira (6) que o presidente Jair Bolsonaro não teve a "intenção de criticar o carnaval de forma genérica" ao divulgar um vídeo de uma cena com conteúdo impróprio em um bloco de Carnaval em São Paulo.

De acordo com o texto, a intenção era "caracterizar uma distorção clara do espírito momesco, que simboliza a descontração, a ironia, a crítica saudável e a criatividade da nossa maior e mais democrática festa popular".


    O presidente Jair Bolsonaro é recebido pelo vice, Hamilton Mourão, ao retornar a Brasília após terceira cirurgia — Foto: Marcos Corrêa/PR

Depois da publicação, Bolsonaro foi alvo de críticas e também da defesa de apoiadores. Na manhã desta quarta-feira de Cinzas (6), os cinco assuntos mais comentados do Twitter, trending topics, eram relacionados ao tema, como #impeachmentBolsonaro e #Bolsonarotemrazao.

As críticas à publicação se concentraram em dois pontos: o fato de um presidente da República reproduzir uma cena imprópria, com sexo explícito, e pela crítica ao carnaval, a maior festa popular do mundo. Internautas que estiveram em blocos pelo País argumentavam que cenas como a gravada em São Paulo eram isoladas.

Já os apoiadores defendiam que atos como os mostrados nas imagens, de atentado violento ao pudor, precisam ser denunciados.

Doze horas depois da primeira publicação, o presidente voltou ao assunto, perguntando: "O que é golden shower?". Entre uma postagem e outra se dedicou a temas como obras de infraestrutura, Lei Rouanet, mencionou o fato de educação não ser apenas nas escolas, citando Olavo de Carvalho.

Diz a nota divulgada pelo Palácio do Planalto

- No vídeo, postado pelo Sr Presidente da República em sua conta pessoal de uma rede social, há cenas que escandalizaram, não só o próprio Presidente, bem como grande parte da sociedade.

- É um crime, tipificado na legislação brasileira, que violenta os valores familiares e as tradições culturais do carnaval.

- Não houve intenção de criticar o carnaval de forma genérica, mas sim caracterizar uma distorção clara do espírito momesco, que simboliza a descontração, a ironia, a crítica saudável e a criatividade da nossa maior e mais democrática festa popular.